Esporte

Motocross

Uma motocicleta e uma trilha offroad faz a alegria dos adeptos dessa modalidade esportiva.

É fácil quem está de fora pensar que “Ah, nem queima calorias, só gasolina…” Mas na prática a realidade é outra. O esforço físico para absorver o impacto nos joelhos, glúteos, ombros, braços, pescoço e tronco, faz dessa prática, algo que exige preparo. Essa força requer também, muita resistência e reflexo. Os batimentos cardíacos e falta de “descanso” faz o piloto chegar ao limite, possuindo elevada aptidão física se comparado aos atletas de outras modalidades.

Um desporto que tem como objetivo chegar em primeiro, ou fazer o melhor tempo, ou seja, caracteriza-se como uma corrida com categorias distintas: arenacross, trial e enduro. O equipamento deve ser completo para assegurar a sanidade física (capacete, luvas, botas, joelheiras e colete).

E assim como uma raquete ou uma prancha, a moto se torna uma extensão do piloto. Pistas sinuosas, terrenos irregulares e com obstáculos, faz com que a atividade exija trabalho constante entre a motocicleta e o piloto, com o máximo de atenção, equilíbrio e interatividade.

Aqui na Praia da Pipa é praticado por poucos devido ao ainda alto custo, mas a região oferece dunas, praias e trilhas pela mata ou canavial, que são bastante favoráveis para a prática. Alguns encontros da modalidade acontecem em Tibau do Sul, isso fortalece o local como destino turístico esportivo e claro, a modalidade em si por promover a troca entre pessoas com o mesmo objetivo. Em busca de adrenalina e lugares encantadores, traz uma surpresa a cada curva. Vamos levantar poeira?!

Fique atento ao facebook da Revista Bora?! para saber sobre os próximos eventos offroads.

 

Por Betta Alencastro

Texto originalmente publicado na Revista Bora, edição 11, abril de 2015.

No Comments

    Leave a Reply

    Navegue